Você > Compilador de notícias (Não excluir)

Compilador de notícias (Não excluir)

Relação das últimas notícias
Você > Notícias > Correios assina contrato de patrocínio com o rugby brasileiro

Correios assina contrato de patrocínio com o rugby brasileiro

Brasília, 17/2/2017 - Os Correios e a Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) assinaram, esta semana, contrato de patrocínio esportivo para o período de dois anos. Assim, os Correios passarão a ser um dos principais patrocinadores do rugby brasileiro.

O presidente dos Correios, Guilherme Campos, afirma que a assinatura do contrato de patrocínio com a Confederação Brasileira de Rugby, além de ser importante para dar visibilidade às marcas Correios e Sedex, ajuda a fomentar o esporte no país e auxilia no desenvolvimento de ações sociais relacionadas à prática esportiva. “Desde 2010 o rugby vem apresentando forte crescimento no Brasil. Em nível mundial, a Copa do Mundo de Rugby é o terceiro maior evento esportivo, ficando atrás somente dos Jogos Olímpicos e da Copa do Mundo de Futebol. A confederação é exemplo de boas práticas em gestão esportiva. Estamos animados em fazer parte do crescimento e divulgação da modalidade no país”, defende.

Segundo Agustin Danza, CEO da CBRu, o patrocínio dos Correios contribuirá para aumentar a visibilidade do rugby brasileiro. “Estamos muito orgulhosos e felizes de poder contar com o apoio de uma empresa como os Correios, reconhecida no mercado pelo seu trabalho constante de longo prazo para o crescimento do esporte brasileiro. Com esse apoio, teremos chances ainda maiores de poder atingir nossos objetivos estratégicos e colocar o rugby brasileiro como um esporte de relevância no Brasil e no mundo”, explica.

De acordo com a Kantar Ibope, no ano de 2016 a CBRu teve a maior audiência média em mais de 70% dos mercados avaliados na RedeTV e a melhor performance nas principais praças desse canal. Adicionalmente, A CBRu aumentou em 450% o valor do seu espaço ocupado na mídia, de R$ 24 milhões, no primeiro semestre de 2015, para R$ 130 milhões, no 1º semestre de 2016, o que demonstra um incremento constante na exposição da marca, audiência e retorno para seus patrocinadores.

Além do rugby, os Correios também patrocinam os desportos aquáticos, o tênis e o handebol brasileiros.

Você > Avisos > Normalização dos Serviços SEDEX 10, SEDEX 12 e SEDEX Hoje no Estado do Espírito Santo

Normalização dos Serviços SEDEX 10, SEDEX 12 e SEDEX Hoje no Estado do Espírito Santo

Comunicamos a normalização dos serviços de SEDEX 10, SEDEX 12 e SEDEX Hoje no Estado do Espírito Santo.

Os serviços estarão normalizados a partir de 16/02/2017, para todos os objetos originados e destinados àquele Estado.

As alterações nos sistemas ERP, SARA e SCPP foram realizadas.

Você > Notícias > Novo serviço dos Correios permite segmentar envio por ramo de atividade

Novo serviço dos Correios permite segmentar envio por ramo de atividade

Brasília, 9/2/2017 - Os Correios acabam de lançar, no formato projeto piloto, seu mais novo serviço: o Correios Listas, direcionado a segmentos de negócios específicos, em regiões geográficas selecionadas de acordo com o interesse do cliente. São mais de 600 mil endereços qualificados por ramo de atividade em 22 diferentes segmentos de negócios na capital paulista e 28 municípios da Grande São Paulo e Litoral, além da cidade de Belém, no Pará.

A classificação dos endereços por segmento possibilita que empresas realizem envio de comunicação para públicos específicos. Por exemplo, uma rede de cosméticos pode realizar o envio de comunicação direcionada somente para salões de beleza. O cliente também pode selecionar a localização geográfica que pretende atingir, podendo ser a cidade inteira de São Paulo, municípios ou bairros específicos.

O diferencial do Correios Listas é a veracidade dos dados, que foram conferidos in loco. Durante a percorrida, os carteiros conferiram em sua listagem se o estabelecimento comercial apontado estava realmente naquele endereço ou se alguma mudança havia ocorrido. Para contratar o serviço, é preciso entrar em contato pelo e-mail marketingdireto@correios.com.br .

Você > Notícias > Correios renova parceria com CBDA e CBHb

Correios renova parceria com CBDA e CBHb

Brasília, 3/2/2017 - Os Correios renovaram esta semana os contratos de patrocínio com a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) e a Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), pelo período de dois anos.

Para a CBDA, serão destinados R$ 5,7 milhões ao ano e para a CBHb, R$ 1,6 milhão ao ano. A redução dos valores em relação aos contratos anteriores é reflexo do cenário atual de reestruturação pelo qual a empresa passa.

O patrocínio à CBDA resultou na disputa da final do revezamento 4x100 livre masculino nos Jogos Olímpicos Rio 2016, com destaque para o atleta revelação Matheus Santana, filho de empregada dos Correios, descoberto em campeonatos internos, que foi campeão Olímpico da Juventude e recordista Mundial Júnior

No caso da CBHb, o desenvolvimento da modalidade após o patrocínio dos Correios trouxe para o Brasil a conquista de campeonatos pan-americanos e mundiais. Além disso, o handebol foi a segunda modalidade que mais vendeu ingressos nos Jogos Rio 2016, ficando atrás apenas do futebol.


Você > Notícias > Começam as inscrições para o Concurso Internacional de Redação de Cartas

Começam as inscrições para o Concurso Internacional de Redação de Cartas

Brasília, 31/1/2017 - Estão abertas, até o dia 17 de março, as inscrições para o 46° Concurso Internacional de Redação de Cartas, realizado no Brasil pelos Correios. O concurso é promovido em todo o mundo pela União Postal Universal (UPU) — entidade que reúne os operadores postais de 192 países — com o objetivo de incentivar crianças e adolescentes a expressarem a criatividade e aprimorarem seus conhecimentos linguísticos.

O tema dessa edição é: “Imagine que você é um(a) assessor(a) do novo secretário-geral da ONU – Qual é o problema mundial que você o ajudaria a resolver em primeiro lugar e de que forma você o aconselharia para isso?”.

Redações - Para escrever suas redações, os estudantes podem buscar inspiração nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, material que pode ser acessado por meio do endereço https://www.unicef.org/agenda2030/files/TWWW_A4_Single_Page_LowRes_Spanish.pdf.  

As redações devem ser em formato de carta, escritas a mão, usando caneta esferográfica preta ou azul, contendo no máximo 900 palavras. O estudante interessado em participar deve passar por uma seleção prévia em sua escola. Cada escola pode inscrever no máximo duas redações.

Prêmios – Os três primeiros colocados na fase estadual e as respectivas escolas recebem prêmios em dinheiro. O vencedor da fase nacional, além de troféu e R$ 5 mil, representará o Brasil na etapa internacional. A escola receberá o valor de R$ 10 mil.

Em 2016, o concurso teve a participação de mais de quatro mil escolas públicas e particulares em todo o Brasil. Laryssa da Silva Pinto, moradora de Porto de Trombetas, no Pará, foi a vencedora nacional e ficou com menção honrosa na fase internacional. O Brasil é o segundo país em número de vitórias no concurso, com três medalhas de ouro, atrás apenas da China, com cinco.

O regulamento completo do Concurso Internacional de Redação de Cartas está disponível no site dos Correios, no endereço http://www.correios.com.br/sobre-correios/sustentabilidade/vertente-social/concurso-internacional-de-redacao-de-cartas.

Você > Notícias > Correios comemora 354 anos e também o Dia do Carteiro

Correios comemora 354 anos e também o Dia do Carteiro

Brasília, 24/1/2017 - Nesta quarta-feira (25), os Correios comemoram os 354 anos de serviço postal no Brasil e, também, a data dedicada ao profissional responsável pela credibilidade e reconhecimento da população à instituição: o Dia do Carteiro.

Atualmente, a empresa conta com mais de 115 mil funcionários. Destes, mais de 50% (58.680) são carteiros, profissionais responsáveis e comprometidos com a entrega de bilhões de objetos postais em todos os cantos do país, atividade com desempenho reconhecido por variadas premiações e pesquisas.

Em 2016, pelo 14º ano consecutivo, os Correios foram eleitos a instituição mais confiável do Brasil. O Prêmio Marcas de Confiança 2016, concedido pela revista Seleções, também apontou os Correios como a segunda marca mais confiável dos brasileiros. O estudo, realizado pelo Datafolha, apontou a estatal como líder do ranking na categoria Instituições, com 73% dos votos.

Além desse reconhecimento, os Correios também receberam o prêmio “Empresas que mais respeitam o consumidor 2016” na categoria serviços públicos, concedido pela revista Consumidor Moderno (do Grupo Padrão); o prêmio “Líder em Logística/Transporte”, homenagem do 6º Prêmio Líderes do Brasil a empresas e autoridades brasileiras pela competência e comprometimento de líderes em prol de um país mais competitivo e sustentável; e foram eleitos uma das 15 melhores empresas do segmento de Serviços em 2016 (pesquisa realizada pelo instituto MESC -  Melhores Empresas em Satisfação do Cliente).

Patrono - O mensageiro Paulo Bregaro, considerado o primeiro carteiro do Brasil, entregou a D. Pedro I, no dia 7 de setembro de 1822, correspondência da Imperatriz Leopoldina informando sobre novas exigências de Portugal com relação ao Brasil. Ao recebê-la, às margens do Riacho do Ipiranga, D. Pedro reagiu às imposições da Corte e declarou no ato a Independência do Brasil, associando assim os Correios a um dos mais importantes momentos brasileiros. Por seu feito, Paulo Bregaro é o patrono dos Correios. 

Você > Notícias > Correios inicia operação na telefonia celular

Correios inicia operação na telefonia celular

Brasília, 17/1/2017 - Os Correios lançarão no próximo mês sua operação na área de telefonia móvel. O lançamento será gradual: a primeira fase do projeto prevê um piloto em São Paulo, com implantações subsequentes em Belo Horizonte e Brasília. A meta é alcançar todos os Estados do Brasil até o fim deste ano.

O Correios Celular vem para complementar o conjunto de serviços oferecidos pela estatal a seus clientes, valendo-se de parceria estabelecida com a EUTV, prestadora de Serviço Móvel Pessoal (SMP) autorizada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que será responsável pela infraestrutura de suporte às telecomunicações.

O objetivo é atender aos clientes que buscam serviços simples, práticos e prestados com transparência e os pacotes serão planejados para estar entre os mais baratos do mercado. A confiança que os clientes depositam na marca Correios e sua ampla rede de atendimento, presente em todo o país, são o diferencial do Correios Celular.

“Há um número enorme de brasileiros que ainda não utilizam telefonia móvel e um número ainda maior de usuários que querem algo mais de suas operadoras. Queremos ser uma boa opção para esses públicos, nos valendo de nossa vasta capilaridade e da confiança que o brasileiro tem nos Correios”, destaca o presidente da estatal, Guilherme Campos.

Inicialmente, serão vendidos chips e recargas de um plano pré-pago. A partir do segundo ano de operação (2018), serão iniciados estudos para definir a viabilidade da oferta de planos pós-pagos.

Investimento – Na qualidade de credenciado, os Correios não precisam fazer nenhum investimento para atuar como operador de telefonia – já que toda a infraestrutura de telecomunicações, por exemplo, será responsabilidade da EUTV. Será utilizada a rede de agências e a rede corporativa de dados já instaladas nos Correios, bem como os empregados já contratados.

 

Você > Notícias > Nota - Cassação de liminar

Nota - Cassação de liminar

Brasília, 13/1/2017 - Os Correios informam que conseguiram nesta sexta-feira (13), por meio de sua Superintendência-Executiva Jurídica, cassar a liminar que determinava o afastamento de seis vice-presidentes da empresa.

Com a decisão, os vice-presidentes retomam imediatamente as suas funções rotineiras.

Você > Notícias > Correios aposta na criação de fulfillment centers para potencializar comércio eletrônico

Correios aposta na criação de fulfillment centers para potencializar comércio eletrônico

Brasília, 10/1/2017 - Maiores operadores logísticos do e-commerce nacional, os Correios apresentaram ao mercado o plano de expansão para o Correios Log – Comércio Eletrônico, nova solução de logística integrada voltada ao comércio eletrônico, por meio da qual é oferecido o serviço de e-fulfillment para empresas que vendem na Internet. O primeiro centro foi lançado em setembro de 2016, em São Paulo. De acordo com o plano, está prevista a abertura de cinco novos centros de logística integrada (fulfillment centers) no território nacional. Este mês, está prevista a inauguração de uma nova unidade em Brasília; RJ, PE, MG e PR são os próximos estados que devem usufruir da facilidade.

De acordo com José Furian Filho, vice presidente de logística dos Correios, os principais ganhos trazidos pela solução estão na simplicidade de precificação (por item armazenado e pedido atendido), o que possibilita a redução dos custos fixos logísticos, e na celeridade operacional em retirar um produto no estoque e despachar para entrega no mesmo dia. “Com o e-fulfillment oferecido, que inclui frete, armazenagem e manuseio, a nova solução prevê uma redução média de 47% no custo logístico para o comércio eletrônico”, destacou. 

Para os clientes que aderirem a terceirização logística, a estatal oferece ainda embalagem gratuita e melhores tabelas de distribuição, tanto para Sedex quanto para PAC. Além disso, a loja virtual tem acesso ao mesmo sistema de gestão de estoque que os maiores players do comércio eletrônico. 

Infraestrutura – Para oferecer essa nova atividade de fulfillment, os Correios mantêm na cidade de Cajamar (SP) um armazém de 72 mil metros quadrados de área total, sendo 32,5 mil destinados à área de armazenagem. O espaço tem pé direito livre de 12 metros e 18 mil pontos de porta paletes, que comportam 550 mil posições de armazenagem.

Também foram investidos pela empresa R$ 5,5 milhões na aquisição de licença de uso permanente de um software integrado de gerenciamento de armazéns para operadores logísticos, o Warehouse Management System (WMS). Com esse sistema, os clientes têm acesso ao que há de mais moderno na gestão de estoque, podendo fazer o acompanhamento de pedidos pelo celular, com rastreabilidade, cálculo de produtividade, giro de estoque e armazenagem inteligente. Atualmente, os Correios entregam quase 1 milhão de encomendas/dia em todo o Brasil, sendo 71% desse volume originado do e-commerce, o que garante a liderança no segmento de encomendas expressas.

 

Você > Notícias > Correios e BB assinam acordo para manutenção dos serviços do Banco Postal

Correios e BB assinam acordo para manutenção dos serviços do Banco Postal

Brasília, 5/12/2016 - Para manter a prestação de serviços bancários à população, principalmente em localidades desprovidas de instituições bancárias, os Correios e o Banco do Brasil assinaram nesta segunda-feira (5) um acordo para a continuidade da parceria na operação do Banco Postal. 

O novo modelo de negócios incentiva os Correios a serem mais competitivos, ajustando-se à realidade do mercado, uma vez que prevê uma remuneração fixa e outra variável, baseada em resultados de negócios, por meio de comissionamento de acordo com o volume de serviços prestados, ou seja, dependerá de performance. O novo acordo tem prazo de vigência de até 36 meses e prevê ainda a possibilidade de encerramento antecipado por ambas as instituições. Esta flexibilidade permite aos Correios reavaliar, a qualquer momento, a estratégia de continuidade desse contrato, de outro tipo de parceria, ou ainda de ajuste em seu modelo de negócio na linha de serviços financeiros.

A receita prevista nesse atual acordo é superior ao que seria pago caso houvesse a seleção de outro parceiro, no período de 36 meses, um vez que a produtividade na continuidade do negócio já em andamento, com a carteira de clientes constituída junto com a parceria com o Banco do Brasil, é superior a um início de uma parceria, com a necessidade de se constituir nova carteira.

Banco Postal – Constituindo-se um serviço financeiro postal disciplinado pela Portaria n.º 133/2014 do então Ministério das Comunicações, o Banco Postal caracteriza-se pela utilização da rede de atendimento dos Correios para a intermediação de serviços bancários básicos, em todo o território nacional, como correspondente de instituições, na forma definida pela resolução do Banco Central do Brasil n.º 3.954/2011.

Com essa iniciativa, os Correios possibilitaram a inclusão financeira em mais de 94% dos municípios brasileiros, com mais de seis mil pontos de atendimento, horário estendido em relação à rede bancária, todos interligados por sistema de atendimento totalmente automatizado e processamento on-line das transações.