Você > Notícias > Correios é finalista do Prêmio SESI ODS 2017 por prática sustentável

Correios é finalista do Prêmio SESI ODS 2017 por prática sustentável

Brasília, 17/8/2017 -  O Veículo Elétrico de Calçadão (VEC) dos Correios é uma das práticas sustentáveis finalistas do Prêmio Sesi ODS 2017, iniciativa que visa reconhecer as organizações públicas e privadas que trabalham em prol dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A prática foi responsável por aumento de produtividade na entrega de cartas e encomendas e redução na quantidade de carbono emitida pela empresa.

“Ser selecionado como finalista do prêmio é mais um reconhecimento que os Correios recebem por sua preocupação em realizar um trabalho de qualidade, minimizando o impacto dessas atividades ao meio ambiente. Nosso engajamento não é só no discurso, mas também na prática”, ressaltou o presidente dos Correios, Guilherme Campos.

Além de deixar de emitir 85,2g de monóxido de carbono (CO), 14,2g de hidrocarbonetos (HC), 21,6g de óxidos de nitrogênio (NOx) e 0,497g de aldeídos (CHO) diariamente, ao utilizar o VEC, os Correios reduzem as rotas de entrega de 11 para 9.  Com aumento da produtividade, a empresa regularizou o horário de coleta e entrega, obtendo maior satisfação dos clientes e reconhecimento das práticas sustentáveis utilizadas.

Em sua segunda edição, o Prêmio recebeu inscrições de 33 empresas na categoria “Poder Público”, sendo 12 delas classificadas, incluindo os Correios, que concorrem na subcategoria “Poder Público Federal”. O resultado final da premiação será divulgado no dia 17 de outubro, durante o Congresso Sesi ODS, em Curitiba.

Tendência mundial - Os VECs foram a solução que os Correios desenvolveram para continuar realizando entregas e coletas em regiões de Curitiba, que, assim como diversas cidades no mundo, adotou medidas restritivas quanto ao acesso de automóveis em determinadas áreas da cidade.

Eles são veículos de pequeno porte, porém com grande capacidade (até 1.000 kg de carga útil) e de fácil manejo, elétricos, não poluentes, e com velocidade máxima de 5km/h. Dotado de sistema elétrico de movimentação, seu conjunto de baterias é regarregado no período noturno, quando o veículo encontra-se fora de operação. Os comandos de aceleração, freio, reversão e direção são realizados com apenas uma das mãos pelo carteiro.

A utilização dos VECs foi uma das ações que contribuíram para que os Correios atingissem, em 2017, a meta estabelecida pelo Programa Global de Redução de Emissão de Carbono no Setor Postal para 2025. O acordo, coordenado pela International Post Corporation (IPC), propõe que os operadores postais reduzam suas emissões em 20% até 2025 tendo como base o ano de 2013. Considerando a quantidade de gás carbônico emitida em 2016, os Correios do Brasil reduziram em 24,4% o resultado de 2013, superando a meta com oito anos de antecedência.