Você > Notícias > Criada força-tarefa dos Correios para restaurar qualidade operacional no Rio

Criada força-tarefa dos Correios para restaurar qualidade operacional no Rio

Os Correios criaram uma força-tarefa para implementar um Plano de Ação Emergencial na Diretoria Regional do Rio de Janeiro, especialmente na Capital e na Região Metropolitana, visando ao resgate e à manutenção dos indicadores de qualidade.

O Plano tem como foco ações na área de segurança empresarial, distribuição de encomendas e atendimento ao cliente, com destaque para as áreas de restrição de entrega afetadas pela criminalidade. No último período a empresa registrou aumento de extravios causado por roubos a carteiros, gerando reclamação de clientes.

A empresa também está intensificando parcerias com outros órgãos, como a Polícia Federal e as Secretarias Estaduais de Segurança Pública e de Proteção e Defesa do Consumidor. Nesta terça-feira (8), integrantes da força-tarefa, mais os vice-presidentes de Encomendas, Fabiano Cabral Júnior, e do Negócio Postal, Rodolfo Catão, reuniram-se com a secretária estadual de Proteção e Defesa do Consumidor do Rio de Janeiro, Cidinha Campos, para apresentar os objetivos do plano.

“Temos a certeza que as ações surtirão efeito positivo nos nossos processos operacionais e melhorarão significativamente o atendimento à população do Rio de Janeiro em um curto período de tempo”, destacou o presidente dos Correios, Giovanni Queiroz.

Ações – Entre as ações emergenciais estão a contratação de escolta armada para acompanhar carteiros, contratação de ferramentas de gerenciamento de risco para acompanhamento de circuitos de entrega motorizada, instalação de unidades descentralizadas para facilitar a distribuição de encomendas e investimentos em infraestrutura.

Segurança – O índice de assaltos aos carteiros no Rio de Janeiro em 2015 aumentou 22% em relação ao ano anterior — foram registrados 2.251 roubos. Em janeiro de 2016 o número foi de 212 assaltos a carteiros na capital fluminense, uma média de 11 roubos por dia, e em fevereiro, 96 assaltos, o que tem afetado a entrega em algumas localidades.

 

08/03/2016